Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007

Amar (te)

Por mais que active em mim
todos os mecanismos de auto-controlo
sempre me perco no tempo em que te amo

Amar é sinónimo de descontrolar
perder-me de tudo
num tempo sem cálculo nem razão

E ao mesmo tempo que te quero mais que tudo
sinto que te posso perder por tanto te querer

Manuel Neves


Índice:
publicado por A flor da pele às 21:07
link do post | comentar | favorito

"Aquele que possui o teu tempo, possui a tua mente.
Muda o teu tempo e mudarás a tua mente.
Muda a tua mente e mudarás o mundo."

(José Argüelles)

translações

Amanhecer (te)

Recauchutado

AMAduraR

Amor e carne...

Poeta sem classe

Isto!

Amar sem tempo...

Sem ti

Amar (te)

A folha branca

memorandum

Índice

poesia

todas as tags



blogs SAPO

subscrever feeds