Segunda-feira, 12 de Novembro de 2007

Dosemente

Por ti inventaria novas palavras e estrelas
caracóis e ondas nos teus cabelos
novas vidas flutuando no teu mar

Escreveria a palavra amor
sem coletes de força
repleta de beijos e desejos

Por ti, meu amor
este poema sem dor
esta vontade de te amar
eterna e ternamente

Apenas por ti...

Manuel Neves

Índice:
publicado por A flor da pele às 21:17
link do post | comentar | favorito
|

"Aquele que possui o teu tempo, possui a tua mente.
Muda o teu tempo e mudarás a tua mente.
Muda a tua mente e mudarás o mundo."

(José Argüelles)

translações

Amanhecer (te)

Recauchutado

AMAduraR

Amor e carne...

Poeta sem classe

Isto!

Amar sem tempo...

Sem ti

Amar (te)

A folha branca

memorandum

Índice

poesia

todas as tags



blogs SAPO

subscrever feeds