Terça-feira, 4 de Dezembro de 2007

A folha branca

A folha branca... esperando.
O olhar trespassando a janela...
A mão trémula.
O outro lado do tempo.
Parado, incerto, repetitivo...

 

A inconstante insatisfação
do sentir perdido...

 

Este labirinto de ideias,
buscas possíveis impossíveis;
sonhos reais irrealizados;
amores extintos renascidos...

 

A carne faminta de outras carnes.
Calor e chama fumegantes.
Pinceladas duma alma sufocante.

 

Esta forma imperfeita de ser
que me massacra o movimento
e desvia por novas incertezas
sem rumos definidos.

 

Neste desejo de viver
encerrado em abismos de esperanças...

 

Este infinita espera dum outra vida;
duma outra era que ainda não é...

 

Este rio de sangue
                   manchando
                                      a folha branca
                                                             esperando...

 

Manuel Neves

Índice:
publicado por A flor da pele às 21:15
link do post | comentar | favorito
|

"Aquele que possui o teu tempo, possui a tua mente.
Muda o teu tempo e mudarás a tua mente.
Muda a tua mente e mudarás o mundo."

(José Argüelles)

translações

Amanhecer (te)

Recauchutado

AMAduraR

Amor e carne...

Poeta sem classe

Isto!

Amar sem tempo...

Sem ti

Amar (te)

A folha branca

memorandum

Índice

poesia

todas as tags



blogs SAPO

subscrever feeds